Páginas

quinta-feira, 26 de abril de 2007

Kig Ha Farz


Recebi convite da querida Georgia do Vida Prática para participar de uma ciranda a Sabores da minha terra iniciada pelo blog Um cantinho na cozinha, devendo preparar e postar uma receita típica da minha região. Eu sou do Rio de Janeiro, e não vejo uma receita que possa se dizer típica, temos a feijoada, que tem em várias regiões do Brasil, mudando um pouco os ingredientes em cada lugar, o que não seria muito fácil achar aqui. Escolhi então fazer uma receita da região onde eu moro, o Kig ha farz que é um cozido da Bretanha.
Kig ha farz significa carne e farz (de farinha de sarrasin), um prato de camponês, do tipo que é feito de manha, e ficava cozinhando o dia inteiro estando pronto quando chegavam do trabalho no campo. Preparado com carnes (porco ou boi ou os dois) e legumes, e o farz que é uma massa feita com farinha de sarrasin, e cozida no caldo. Este é um prato unico, pode-se servir primeiro o farz com o caldo e depois as carnes com os legumes, ou tudo ao mesmo tempo. Acompanha cidra, buttermilk ou vinho tinto. O resultado final parece com o nosso cozido. Gostei muito, não tinha feito ainda, e isto me deu a idéia de postar mais receitas da Bretanha. E o marido ficou todo contente quando chegou em casa e viu o que tinha para comer !

1/2 repolho pequeno
3 cenouras
2 cebolas
1 ramo de aipo
350 g de carne de boi (músculo)
200 g de toucinho defumado
1 bouquet garni (louro e tomilho)
3 cravos da India

Farz:
100 g de farinha de sarrasin
1 ovo
1 colher de café de sal
100 ml de leite
100 ml de creme de leite fresco
As quantidades de legumes podem variar assim como os tipos, usa-se o que se tem na geladeira.
Descascar e lavar os legumes, cortar em pedaços grandes.
Colocar dentro de uma panela bem grande com a carne e o bouquet garni eo s cravos.
Cobrir com água, muita. Deixar ferver e retirar frequentemente a espuma que se forma nasuperfície. Acrescente sal e pimenta do reino.
Deixar ferver em fogo baixo por 2 horas.
Para o farz : Peneire a farinha coloque os ovos ligeiramente batidos e o sal no centro e misture. Esquente um pouco o leite com o creme de leite e junte à mistura anterior aos poucos, mexendo sempre até obter uma massa homogênea e quase líquida. Coloque porções desta massa dentro de saquinhos de chá ou pedaços de tecido e amarre bem. Junte os saquinhos ao caldo com legumes e carne e deixe cozinhar mais 1 hora. Junte então o toucinho defumado e cozinhe mais 1 hora. Arrume em pratos separados o caldo, os legumes com os farzs e as carnes.

PS: Procurando a tradução para sarrasin encontrei trigo mourisco, confesso que nunca vi no Brasil.

Convido a participar da ciranda as queridas Akemi e Eliana.

10 comentários:

Eliana Scaramal disse...

Que delícia de prato! Adorei o convite e já estou pensando na receita que rápidinho vai sair. :)

Elvira disse...

Mas que maravilha, Bia! Onde é que você mora, na Bretanha? É uma região que conheço muito bem e que adoro! :-)

Beijos.

Cláudia disse...

Maravilhoso!! Este prato num dia frio cai muito bem. Um beijo.

bia disse...

Eliana, vamos aguardar a sua receita entao !
Elvira eu moro em Rennes, e gosto muito daqui, super tranquilo !
Claudia, é isto, esqueci mesmo de dizer que o prato é ideal para um dia de inverno e o que sobra vira sopa !

Cris disse...

Bia, que interessante esta receita, o cozido eu conhecia, mas o farz não. Seu marido é francês? Bjs

Geórgia disse...

Bia, bom saber que você aceitou o desafio, assim podemos conhecer da culinária de cada lugar. O seu Kig ha farz parece muito com o nosso cozidão, prato muito apreciado por mim, especialmente acompanhado de pirão( que também é feito com farinha e o caldo do cozido). O marido daqui gosta mais a cada dia do blog, tem comidinha variada todo dia, rss. Bjs.

Akemi disse...

Bia, obrigada pelo convite, querida! Também estou pensando em alguma coisa para postar no final de semana já que desta vez vou ter que ficar de fora do rei da quinzena! Não estamos na época de caquis, uma pena! Sniff....
Este cozido deve ser muito delicioso e saboroso, tantas especiarias e ervas! Que delícia morar nesta região!

bia disse...

Cris, sim, meu marido é francês por isso vim morar neste canto.
Georgia, é quase igual ao cozido mesmo, o farz que é o toque diferente !
Akemi, estou como vc, tb nao posso participar pq caqui é a coisa mais dificil de encontrar ! :(

Brikebrok disse...

Parece uma receita complicada ... mas é divertido ficar a conhecer assim que na Bretanha fazem uma espécie de cozido !

Verena disse...

Bia, que prato interessante! Deve ser um cobertor, comeu se aqueceu! Hum que delícia! Aqui em SP está um friozinho...ótimo para esse tipo de comida!
Um abraço!
Verena

www.mangiachetefabene.wordpress.com